Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Papai Nöel

por mandarina, em 22.12.12

Surpresas, se me perguntarem se gosto, eu dir-vos-ei, que sim claro, surpresas boas adoro. Quem não gosta!

Então alguns alunos e a colega Carolina (prof. chinesa de português) passaram por aqui há pouco e eu quando abri a porta e vi o grupo de alunos fiquei mesmo sem jeito, eu de roupão, a minha casa está uma confusão, só sacos com enfeites de Natal, a árvore de Natal por montar, bom uma bagunça, mas o motivo da visita era nobre, oferecerem-me prendinhas de Natal.

 

Fiquei com pena de não ter dado para os receber como deve ser, mas ficou prometido que as professoras tugas vão preparar um lanche supimpa para a semana para os alunos queridos e a colega super prestável e mega dedicada.

 

E pronto já recebi 5 mini prendinhas, tudo muito simples mas o que conta é a intenção. Agora a melhor prenda que lhes posso dar é uma boa nota, têm primeiro é de fazer por merecê-la que eu não sou mãe Natal, mas vá, dada a época fiz exames muito fáceis, para quem estuda claro ehehe!

 

São uns amores estes alunos, quando querem são mesmo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Birra é mimo a mais

por mandarina, em 06.11.12

É o que acho quando os meus putos (alunos, entenda-se) de 3, 4 ou 5 anos fazem muita birra nas aulinhas de inglês. É fazer fita ou porque querem a mãe dentro da sala, ou porque não querem brincar, ou porque não querem cantar, escrever, desenhar, etc. ou porque não lhes dei tantos doces/autocolante como as outros, enfim um sem fim de desculpas para fazer fita que nem vos conto, haja imaginação que eles inventam sempre uma nova. Eu acho que é mimo a mais, e nunca me engano, no intervalo é ver os papás de volta dos pequenotes amuados com beijinhos, abracinhos, promessas, etc. Ou seja, eles que já são uns mimadinhos, amuam e depois ainda levam com mais mimo em cima. Assim se estragam os miúdos e os meus alunos, e olhem que mimo a mais na infância fá-los adultos caprichosos, egoístas e dependentes dos outros. Difícil tirar a chucha aos mimados. Nada contra mimo, eu fui muito mimada especialmente pela minha avó materna, mas sempre um mimo saudável e não um mimo defensivo e exagerado.

 

Não tenho perfil para ser a professora que anda de volta dos miúdos que fazem birra a toda a hora a tentá-los convencer para não fazer, só a energia que teria de perder para isso, e os outros é que sairiam a perder porque esses miúdos nas suas crises exigem muita atenção. O meu método é mais o seguinte, dar atenção mas não muita, tentar ignorar ao máximo e continuar o ritmo da aula com os outros, isto porque desta forma as ovelhas ronhosas normalmente, por não conseguirem a atenção que queriam, voltam a juntar-se ao rebanho naturalmente.

 

Os putos são mesmo espertos, que manha que eles têm, só não sabem que eu já lhes vou conhecendo a esperteza. E normalmente não é no contra ataque que se ganha a batalha, é mesma na indiferença.

 

p.s.: bom bom era se esta estratégia da indifirença funcionasse com os graúdos, é que neste caso eles não se sentem mal por estarem a ser excluídos, neste caso eles até agradecem que eu os deixe em paz.

Ser criança não tem mesmo preço. A inocência deles é mesmo qualquer coisa de extraordinário.

Autoria e outros dados (tags, etc)

cutchi-cutchi

por mandarina, em 11.10.12

O jardim-escola onde vou trabalhar como professore de inglês em regime de part-time é simplesmente amoroso. Muito colorido, limpinho, tudo pensado ao detalhe, equipamento XPTO, muito organizado, com cheiro a novo, com espaços pensados ao pormenor, com um playground muito grande para as pestinhas brincarem à vontade, salas de aula acolhedoras, e até salas para dormir a sesta. Comparado ao outro jardim-escola onde trabalhei este é uma espécie de palácio da diversão infantil. Para verem o quão especial é, uma pessoa só lá entra descalça, de meias e/ou sabrinas.

 

Além disso também fiquei encantada com o retropojector que permite jogar interactivamente apenas pelo toque no placard virtual. Imagino que os pequenos delirem com aquilo e eu também não me vou fazer de esquisita com as novas tecnologias.

 

Acho que passei com distinção ao escrutínio da futura boss, que ficou muito contente por ter experiência que fiz questão de comprovar, não só pela carta de recomendação do ex-boss, mas também demonstrando como vou seguir o plano para a primeira aula.

Agora só falta passar à prática.

 

O pior é que serão aulas fora de horas, ou bem que são quase à noite, naquela hora que já estou morta de todo, ou bem que são ao fim-de-semana às 9h da matina, horário em que supostamente devia era estar a dormir até às tantas. Enfim, é o horário que há. Ou bem que aceitava ou podia esquecer a escola cutchi-cutchi.

 

O melhor é o pagamento. Esta parte foi interessante, a futura boss pergunta quanto espero receber, algo inteligente da parte dos chineses, isto caso eu fosse burrinha, porque já ia com a ideia de puxar a fasquia lá para cima. Ela negou-se a propor um preço, então eu disse, "bom no outro jardim-escola pagavam-me 150 yuan por hora" (aqui entre nós que ninguém me ouve, é só meia verdade, pagavam quando tinha de ir de propósito e só por uma hora, para compensar o tempo perdido). Ela lá arregala os olhos, e eu já a pensar "queres ver?", isto porque o normal é 100 yuan (+/- €12) por hora, mas para grande surpresa minha disse "ok, mas quando tiveres duas horas seguidas pago-te 250 yuan" e eu "oi?" (para com os meus botões claro). Disse que não aceitava preços diferentes, ou bem que pagava 150 yuan (+/- €18)  sempre ou então não achava justo (sou tão cabra). E ela "ah mas isto e aquilo" e eu para ela "eu tenho experiência, não te vais arrepender". Ao que ela lá considera bem as coisas, e também porque tem urgência e lá concorda "ok, ok" e eu interiormente aos gritinhos (yes, yes, yes).

 

Lição do dia: pede sempre mais do que pensas conseguir, mesmo que depois tenhas de renegociar o preço para baixo, porque pode, como hoje se verificou, até funcionar.

Hoje foi o meu dia de sorte, para além de ir dar aulas a crianças só entre os 3 e os 7 anos (os mais fáceis e amorosos) ainda vou ganhar mais do que é normal, e tendo uma assistente digamos que vai ser canja, pêra doce, brincadeirinha de criança, tirando a parte de acordar aos sábados às 8h da manhã, auchhhhh...

Mas lá está, não se pode ter tudo. Outra grande lição.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos