Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Uma coisa é certa

por mandarina, em 01.07.12

Pode-se até tirar uma pessoa da sua cultura (tirando-o do seu habitat, do seu meio quer seja familiar ou sociedade) mas nunca se conseguirá tirar a cultura de uma pessoa. Essa está entranhada para sempre de uma maneira fixa e imutável. Para o bem e para o mal.

[Do lat. cultura.] O conjunto de características humanas que não são inatas, e que se criam e se preservam ou aprimoram através da comunicação e cooperação entre indivíduos em sociedade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nowhere fast

por mandarina, em 30.06.12
 
Even if you don't have anywhere to go
You go down on the pedal and you're ready to roll
And even if you don't have anywhere to go
You go down on the pedal and you're ready to roll
And your speed
Is all you'll ever need
All you'll ever need to know
Darlin', Darlin'-
(...)

There's nothin' wrong with goin' nowhere, baby
 
Esta música diz-me muito.
A mensagem: agarra a tua vida pelos cabelos, com fúria, com paixão, com esperança, com determinação. Hoje, aqui, já... vive ao máximo, vive, sente, sofre, chora, bate-te, vence, perde, mas vive a tua vida como se ela não estivesse aqui amanhã. Nós não somos imortais, e não teremos nova oportunidade. Depois disto é nada. Não tenhas medo do desconhecido, ele traz tudo, bom e mau, mas a vida é isso mesmo, viver é andar em cima de um trapézio sem rede a salvar-te no momento da queda. E as quedas são tão mas tão necessárias.
Conselho: Ousa sempre.

Autoria e outros dados (tags, etc)

É pra já

por mandarina, em 25.06.12

Depois de ter dormido 5 horas a noite passada, ter tido dois exames hoje, que mais pareciam o massacre dos pobres (estudantes entenda-se), estar cheia de dores de cabeça e com uma birra maior que o mundo, o que só me apetece ir fazer é ir pegar no livro de leitura, que é pior que tentar descodificar código morse, e passar o resto do serão agarrada àquilo. Pois sim, é já a seguir...a uma siesta, depois logo vejo como corre a coisa.

 

Férias para ontem please...

Autoria e outros dados (tags, etc)

哪儿啊?

por mandarina, em 20.06.12

 fonte: We ♥ it

 

*Nǎ'er a? Onde?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Facto

por mandarina, em 20.06.12

Eu gosto de chinês e adoro aprender, adoro aquele sentimento de compreender, de já saber pensar, expressar-me em chinês. O que eu não gosto é do sistema que não posso mudar, não posso melhorar, contra o qual nada posso.

 

E hoje apercebo-me que sempre foi assim, sempre gostei de aprender, mais e melhor, nunca gostei foi que me impingissem conhecimento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

yeah, indeed

por mandarina, em 08.06.12

Tumblr_m4yg0cr99r1qax7pao1_500_large

 

São tempos difíceis para os sonhadores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ladies nighties

por mandarina, em 06.06.12

Já nem sei bem o que é isso, mas hoje parece que há disso, aparentemente. Para ser sincera, tenho-me cortado a toda a espécie de noitadas que aqui se passam, são normalmente aborrecidas, música de fugir, pessoal sempre com ar de tédio, e nem o álcool me compra.

 

Mas hoje, vai ser uma mini saída social em jeitos de despedida das noites em que ainda não nos temos de matar a estudar. A verdade é que o cansaço vence-me a maior parte das vezes, mas hoje venha de lá um gin tónico que este calor não perdoa. Há que refrescar, antes da 00h estou na cama, isso é certinho. Estou a ficar velha para estas coisas, deitar tarde, acordar com as galinhas, e ainda ter de ir trabalhar de tarde não é muito o meu tipo de programa favorito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Boas e más notícias

por mandarina, em 04.06.12

Estou oficialmente a dar as últimas quanto ao que a aulas diz respeito. Perdi qualquer tipo de tolerância a aulas, tpcs, e etcs. Estou tão pelos cabelos com aulas que nem sei como ainda vou aguentar estas 3 semanas que ainda faltam. Bom saber até sei, a arrastar-me e a faltar sempre que tenha de faltar, porque sofrimento infligido não é comigo, de todo que não. Felizmente, não sou a única ovelha negra da turma, se bem que sinceramente isso também não me aquece nem arrefece, não falto porque os outros o fazem, falto para preservar a pouca sanidade mental que ainda me resta. É isso ou cortar os pulsos. Prefiro a primeira opção.

 

A boa notícia é que entrámos finalmente na recta final. 3 semanas de aulas, mais uma de exames e última a empacotar e a dizer bye  bye ao trabalho no jardim escola. ESTOU COM UM PÉ EM PORTUGAL e isso é que conta.

Quase que tenho a sensação que isto se vai passar muito rápido, do género num abrir e fechar de olhos. Se bem que vou ter de me andar a arrastar até às férias mas quando as tiver todas só para mim vai ser do melhor.

 

já só faltam 5 semanas...

Autoria e outros dados (tags, etc)

não estranho

por mandarina, em 01.06.12

Que certas pessoas só se lembrem de ti quando precisam de um favorzinho. É assim com toda a gente, com uns mais, com outros menos. E nem é coisa que me chateie ou revolte, deixa-me um pouco, como dizer, desapontada com a pessoa, mas também como já sei com o que posso contar desta ou daquela pessoa, não me incomodo com isto. No passado quando ainda não sabia separar o trigo do joio era coisa para me deixar triste e usada, agora nem nada. Quase nunca me engano com o carácter das pessoas, por isso, já raramente me apanham de surpresa.

 

E sim, comigo podem contar mesmo que só se lembrem de me contactar quando precisam de algum favorzinho, aliás porque me vejo a fazer o mesmo com esse tipo de pessoas, recorrer a elas em caso de necessidade, uma vez que tentar manter contacto com toda a gente é uma ilusão.

 

A minha única dúvida reside aqui: será que se fosse eu a pedir um favor, passado uns tempos sem comunicação, a esta(s) pessoa(s) encontrá-la-ia tão prestáveis como eu tenho por norma ser? Tenho cá as minhas dúvidas. Mas bom.

 

Já vou conhecendo este ritual de cor, primeiro são as infinitas desculpas que justificam a ausência de comunicação, depois vem um pequeno resumo da vida da pessoa, depois pergunta sobre a minha vida, e depois, claro, o pedido muito bù hǎoyìsi (sem jeito) mas só me lembrei de pedir a ti (e só me lembrei agora de ti também).

Autoria e outros dados (tags, etc)

maturidade

por mandarina, em 31.05.12

Estou tão crescida que nem me reconheço, agora já me sei controlar e guardar todas as minhas opiniões, julgamentos, pareceres, ódiozinhos, escárnios, razões, merdas e afins para mim. Deixei de ser intempestiva por tudo e por nada, agora expludo comigo mesma, depois é esperar, dar tempo ao tempo que passa, isso ou venho aqui despejar as minhas frustrações. Tem dias. Perdonai-me por isso, vocês, leitores queridos, não tem culpa dos outros serem assholes (Rita em homenagem ao teu aluno arisco)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos