Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


felicidade é o quê?

por mandarina, em 21.05.12

Os textos do livro andam muito dados às filosofias e espiritualidades da vida, tal qual livros de auto-ajuda. Para ser sincera ainda não prestei grande atenção no que diz o texto, haverei de descobrir quando o ler. Mas foi interessante a professora de gramática no final da última aula como introdução ao texto nos ter dividido em grupos e dito, agora pensam pra aí o que é para vocês a felicidade e escrevam as ideias num papel. Que foi o que fizemos meio contra vontade que isto de pôr em palavras algo tão abstracto e em chinês dá que pensar e ando com a sensação que pensar não é coisa que os meus colegas e eu também que não sou melhor que eles nos tenha apetecido fazer muito menos nas aulas dela. Juro que ando com a sensação que a minha turma virou de repente um bando de zombies que estão sempre em modo poupança de energia.

 

Mas como ia a dizer lá nos juntámos e começamos a debitar ideias. Uns disseram logo que felicidade é como sempre dizemos né, ter dinheiro, ter saúde, ter família, poder estudar, encontrar um bom trabalho, ser feliz amorosamente falando, ser independente, poder viajar, entre outras. Depois já cá faltavam as humanitárias como ajudar os outros, fazer voluntariado, partilhar, doar a instituições de caridade, ajudar os pais, irmãos, filhos, avós, etc, etc. E pôs-me eu a pensar, será isto a felicidade, estas coisas que eles disseram e que práli apontaram todos contentinhos da vida. Será mesmo? É a felicidade ou os caminhos para a atingir?

Não faço ideia. 

 

Depois não fosse eu dar-me com a pessoa mais sensata da turma, a que tem o coração maior e os olhos mais profundos e que enxerga mais além, diz-me a minha amiga indiana, Shaya é o nome dela, a felicidade é algo muito simples, muito mais simples do que ter isto ou aquilo, a felicidade consiste em saber apreciar o que temos, darmos valor ao que possuímos, e não cobiçarmos nem invejarmos o que os outros têm.

Assim simples, a felicidade é a capacidade de nos contentarmos e de refrearmos a nossa cobiça e a permanente insatisfação com que vivemos a vida.

E pra mim tá tudo dito, adorei como ela pôs a coisa. "estamos sempre a comparar-nos aos outros, o que eles têm, o que eles são, o que eles fazem, o que eles podem, estas constantes e obsessivas comparações só nos fazem ser infelizes, porque desejar sempre mais é meio caminho andado para vivermos uma vida insatisfeita sem nunca nos darmos conta de que o que temos é o suficiente para nos fazer feliz".

 

ESTA ENTREVISTA A MATTHIEU RICCARD (homem mais feliz do mundo) EXPLICA MELHOR

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Imagem de perfil

Rita a 21.05.2012

A Shaya é uma pessoa muito bonita, tanto por fora como por dentro. :) E sábia!
Sem imagem de perfil

Ana a 21.05.2012

Definitivamente muito bem dito :)
Imagem de perfil

Maria Araújo a 21.05.2012

Adorável o seu post e as palavras simples que a sua amiga Indiana escreveu para definir a felicidade.

Beijinho

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos