Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Cinema em grande

por mandarina, em 30.04.12

Este excelente filme, A última Estação de Michael Hoffman, que vi ontem e me emocionou (também não é preciso muito para isso) basea-se na vida de Tolstói, marido e escritor, ensina-nos que há pouca coisa no mundo mais forte do que um verdadeiro amor, indestrutível na base, inabalável perante a diferença de ideais, só impotente perante a morte. Nunca li Liev Tolstói e não sei nada além de que foi considerado um dos maiores mestres da literatura russa do século XIX, um ser iluminado segundo os seus seguidores, e responsável pela defesa de valores pacifistas.

Mas porque para disfrutar deste filme não é preciso saber mais do que o essencial uma vez que este filme foca-se nos últimos anos da sua vida como um homem que procurava lutar pelos seus ideais, mesmo que isso significasse lutar até contra o amor da sua vida, a sua esposa Sophia. Ao fim e ao cabo, é a história do homem que inspira todos à sua volta com a sua visão utópica por um mundo melhor e na vivência de um amor sobre-humano, que se vê preso nas redes dele o que o consumiria e o levaria a temer pela realização dos seus ideais, sendo mesmo obrigado a abandonar a sua vida, casa e família em busca da vida simples que tanto apregoava como a única ideal em vida.

O filme está muito bem conseguido, Christopher Plummer, o actor que dá vida a Tolstói consegue transmitir genialmente os demónios interiores de Tolstói e Helen Mirren no papel de Sophia está soberba.

Além disso, o filme é um elogio ao amor incondicional entre Tolstói e Sophia que, apesar de todas as tempestades que enfrenta, sendo a maior o choque de ideais não partilhados, é o único que mesmo, sem sentido racional e lógica, só se vê derrotado pela morte.

 

Todos pensam em mudar o mundo, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo.
Liev Tolstói

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Imagem de perfil

mandarina a 30.04.2012

muito obrigada Maria
o filme é muito melhor que o post e cinema é, sem dúvida alguma, imperdível
beijinhos

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos