Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


7arte: 3 must-see movies

por mandarina, em 19.11.11

Ultimamente ando virada para filmes mais negros e reais, e tenho tido a sorte de escolher ou virem-me parar às mãos os filmes certos: autênticos, crús e negros (porque a vida nem sempre é o mar-de-rosas com final feliz que todos os filmes de Holliwood pintam). E a escuridão não tem de ser necessariamente má, é antes verdadeira, romântico, no sentido mais trágico da palavra, e é, na sua essência, real.

Longe de mim tentar escrever criticas aos filmes que vi ultimamente e adorei, quem me dera, mas deixo isso aos profissionais, eu sou só uma espectadora ávida de bons filmes, de filmes reais, com vida, com sentimento e cor. E com opinião, especialmente quando mexem comigo.

O primeiro que vi e adorei, e também a provar que não só de lixo vive o cinema americano, sim, porque na minha opinião todas as comédias lights, romances e filmes de ficção cientifica são fora rara excepção uma perda de tempo, ou servem para matar tempos mortos na melhor das hipóteses, há que estar no mood claro, nem sempre me apetece ver filmes fortes, como os que ultimamente tenho visto. Esses são óptimos porque mexem contigo, porque são capazes de te fazer sentir algo, e quando um filme tem impacto é quando sei que o filme é realmente bom.

 

Mas então, os meus eleitos:

1ro, e não porque seja o favorito, mas foi o que vi há mais tempo, o Love and Other Drugs, com o Jake Gyllenhaal e a Anne Hathaway, o tipo de filme que à primeira vista se rotula logo como mais uma comédia romântica Holliwoodesca, mas longe disso, e que bela surpresa. É um filme com história, essência, e consegue levar o espectador a sentir todos aqueles sentimentos controversos e ficar dividido, e sensibilizado com as reacções das personagens. Com alguns clichés pelo meio, consegue, em geral, ser bastante profundo e bastante crú. Sente-se uma química q.b entre os actores, talvez a extrema boa aparência dificulte a coisa, quando se junta duas pessoas tão bonitas visualmente perde-se um pouco a noção do seu talento e uma pessoa não consegue descolar desses pontos. Mas conseguem encarnar bem as personagens, principalmente a Anne Hathaway que prova uma vez mais ser uma excelente atriz, descontraída com o corpo e com uma capacidade de expressar dor de uma maneira comovedora. Adorei... apesar de não ter conseguido escapar ao mais que esperado "final feliz" que acaba por estragar um pouco e suaviza o que por si não é suave, a doença de Parkinson e as repercussões da doença no normal funcionamento da vida de casal.

 

2do, Blue Valentine, com o Ryan Gosling e a Michelle Williams. O filme é lindo, maravilhoso, um verdadeiro "masterpiece". Desde o início ao fim, tragédia, más notícias, a prova de que tudo pode correr mal e nunca vai correr bem, em alguns momentos do filme dei por mim a ansiar por uma reviravolta, mas não, quando corre mal corre mesmo mal. A vida e as relações humanas no mais duro e crú cenário possível, o amor que não compensa a falta de amor, a dedicação, a esperança do que ama a esvair-se perante a descrença do que não ama. A entrega, o abrir mão, a luta, a conquista, a rejeição ...todos os sentimentos reais espelhados num filme real. Porque amor e entrega não compra amor e entrega, e a gratidão não dura para sempre, nem é um sentimento digno entre um casal.

Os actores encaixam de tal maneira nas personagens que não há dúvida que são um casal real, a química entre eles é perfeito, e conseguem reflectir perfeitamente o "desamor" e falta de atracção dela por ele, e ele o encantamento e a entrega total a ela. Perfeito e sublime. Negro e genuíno. Verdadeiro e cruel. Nota 20!!!

 

3ro e último: The lives of others (título original Das Leben der Anderen), escrito e realizado por Florian Henckel Von Donnersmarck, é um filme alemão. Passa-se nos anos que antecedem a queda do Muro de Berlim, e o filme incide sobre a vida debaixo do punho do regime socialista e pela Stasi, a polícia secreta da Alemanha Oriental (RDA).  A história gira em volta de esquemas e casos de escutas secretas e interrogatórios. O filme é, na primeira parte, um pouco deprimente e seco, mas à medida que o tempo passa vai ganhando intensidade e atinge o clímax no ponto final com o inesperado desenlace que deixa o espectador estupefacto pela genialidade do realizador. O filme explora bem o conceito de voyeurismo quando o agente secreto se deixa encantar pela vida do casal de artistas que investiga. Acaba por se deixar ludibriar e envolve-se a tal ponto que não tem mais como escapar a um final trágico. Todos os personagens são arrastados para um final trágico e irremediável, mas é esse final que traz intensidade e torna o filme tão espesso e interessante. Não admira ter ganho uma "catraiada" de prémios internacionais e até mesmo the Academy Award na categoria "melhor filme de língua estrangeira". Aqui não há histórias de amor perfeitas, há antes desolação, desespero, desencanto, o lado mais obscuro do ser humano, mas também o lado mais revelador e bom. Sem dúvida um filme com substância até não mais...

 

E pra hoje, Melancholia um filme de Lars Von Trier, com a Kirsten Dunst como protagonista. A ver se este polémico realizador dinamarquês que conseguiu chocar os fãs, e não só, este ano em Cannes quando disse compreender e sentir "um pouco" de compaixão por Adolf Hitler...auch esta foi mesmo ao lado e fora do normal!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Imagem de perfil

De Rita a 20.11.2011 às 08:04


Fiquei com curiosidade relativamente a todos os filmes! :) O "Love and Other Drugs" será visto logo à noite, caso não me deite tarde. E fiquei com muita vontade de ver o "Blue Valentine"! Depois emprestas-me? :)
Imagem de perfil

De mandarina a 20.11.2011 às 08:28

A minha sempre fiel comentadora:)
Obrigada.
Quanto aos filmes claro que sim, empresto com o maior gosto, mas são filmes fortes, não quero que fiques deprimida ahaha
Beijo linda***
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 21.11.2011 às 17:15


Olá.
Adorei a objetividade e simplicidade com que descreveu o enredo dos filmes.
Não vai há muito tempo que era possível alugar filmes. Mas com a internet, por cá, as lojas fecharam.
Esperamos sempre pelas salas de cinema e/ou pelo DVD.



Beijinho
Sem imagem de perfil

De Sílvia a 21.11.2011 às 20:46

Muito bem ;) Ultimamente também tenho andado de volta de filmes e séries :D E como sabe bem ficar enroladinha na mantinha e estendida no sofá :D Os dois últimos ainda não vi, mas vou ver em breve, já apontei na minha listinha:D O primeiro também gostei muito, mas o Blue Valentine não gostei nada mesmo :( Achei tudo muitoooo triste e deprimente :( mas pronto, gostos são gostei....partilha mais coisinhas qua andas a ver e não só ;) beijos***
Imagem de perfil

De mandarina a 22.11.2011 às 04:19

AHAHA sim o Blue Valentine não é para ver com o namorado por perto :P
O Melancholia esquece, eu não percebo filmes artísticos só pode :-O
O alemão é bom, mas é bem pesado, mas adorei ouvir alemão e claro gostei d filme, mas é forte!!!

p.s e sim o meu blog gosta d ti, mas pelo sim pelo não é guardar os comments antes dos publicar, xim?? nem q seja só ctrl+C
Bj
Sem imagem de perfil

De Silvia a 21.11.2011 às 20:48

Espero que desta tenha funcionado, porque o teu blog não gosta muito dos meus comments :s

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos