Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Das dores de cotovelo

por mandarina, em 09.11.11

Se há situação que me deixa mesmo desconcertada é a capacidade e vontade de disputa das mulheres relativamente ao mesmo homem. Por melhor que ele seja, eu não acredito que ele valha tal disputa, é que entrar em confronto com outras por causa disso não faz sentido algum, pelo menos na minh cabeça não faz. Que atitude mais mesquinha. E se há coisa que me deixa de muito mau humor é que me tentem atingir e "tentem" humilhar às custas de tal disputa, da qual eu não quero pretendo fazer parte mas na qual acabo por me ver envolvida. Aí fico mesmo mal disposta, porque o problema não é meu, não sou eu a culpada que a pessoa em questão não esteja a dar bola à pessoa "interessada", e como eu não sou um obstáculo detesto ser tratada como tal. Por isso, perante tal comportamento reajo mal, que posso ser muita coisa, mas sonsa e idiota é que não sou mesmo. Tenho o discernimento de levar tais picardias na desportiva e nunca assumindo uma atitude agressiva quando muito sarcástica até porque, sinceramente, a meu ver, estas "picardias " só servem para encher o ego deles, que se vêem cobiçados e ficam, salvo rara excepção, de peito inchado.

 

Não admito ser mal-tratada, também não tenho sangue de barata, e normalmente estas parvoíces só me fazem rir interiormente ao ver que muitas mulheres voltam à sua infância e andam para ali a ver quem leva o Ken para casa. Eles, posto isto, é normal e legítimo que fiquem com o ego a chegar ao tecto e depois, ouve-se inúmeras vezes, mulheres a queixar-se que os homens têm mania a mais, e esquecem-se que a culpa é invariavelmente delas.

 

Há várias maneiras de chamar a atenção, e eu opto sempre pela mais discreta que não nasci com personalidade de pavão, se, no entanto, isso os atrair então é porque preferem as que dão nas vistas à grande. Tenho sempre em conta que mais vale deixar a "parada" a fazer figuras tristes e, normalmente, tento não provocar ninguém nem provar que sou melhor que fulana tal, uma vez que acredito que não tenho de entrar em competições com outras para provar o quanto valho. Valho por mim própria, felizmente e, não em comparação com outrém.

 

Fico desconcertada com as atitudes infantis de certas muheres, que se usam de uma língua afiada e venenosa, com a intenção de rebaixar, de se afirmarem melhores, e principalmente, o que é, normalmente, mais grave é chegarem ao ponto de ser mal-educadas. Sinceramente, faço por tudo por ignorar mas não deixo que passem sem um "abre-olhos" porque, o problema, infelizmente para elas e felizmente para mim, não sou eu, são mesmo elas que descem de nível e só se rebaixam com atitudes destas. Uma mulher que sabe o seu valor vale e brilha por si própria, já a que não se fia nele acabará por ficar sempre aquém das expectativas (suas e dele) e passar a vida a temer que "outras", na sua opinião, melhores (porque passam a vida a comparar-se), lhes venha roubar o homem.

 

E ciúmes todo(a)s sentimos, mal seria se assim não fosse, agora deixar que eles nos ceguem e que sejamos mesquinhos com quem mal conhecemos é fazer uma figura muito triste. Um homem não é um troféu para ser exibido nem um animal de estimação para ser puxado pela trela, e sim, uma vez mais, como quase tudo na vida também nesta questão "less is more"!

Sinceramente, é, com tristeza, que constato que a falta de amor e auto-estima das mulheres é a doença crónica mais grave de que sofrem! É uma pena que assim seja...

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Imagem de perfil

Rita a 09.11.2011

É o que eu digo... O gostar de alguém é tramado, por muitas coisas boas que possa trazer... É atitudes irracionais, figurinhas tristes, precipitação, nervos, ansiedade... Depois, passar por cima dos outros (é claro que nem todos são assim) para tentar mostrar que se é (quando se é) melhor, ter essa pessoa só para nós... Mais vale estarmos sozinha(o)s...!! Lol Ou não... Nem sei!

E é nestas fases que se vê como é que as pessoas são. Mas enfim, temos é de confiar em nós próprios. E a se a outra pessoa está connosco e não com outra... Isso significa algo, não? Certo, Mandarina? ;)
Imagem de perfil

mandarina a 09.11.2011

Eh vejo essa cabeça muito confusa, eu não duvido que gostar de alguém é sempre melhor que nos mantermos longe da confusão...aqui, trata-se de saber estar, de precisamente isso, não ter de passar por cima d ninguém para ser feliz. É uma questão de dar o braço a torcer, mas não demasiado para não abusarem dele e acabar partido;-)
Imagem de perfil

mandarina a 09.11.2011

Ah esqueci-me do mais importante, gostar é importante mas é fundamental que a outra pessoa participe e demonstre q tb gosta, senão não tem piada nenhuma.

P.S e sim a confiança em nós mesmas faz toda a diferença, faz a maior das diferenças!!!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos