Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Um ano depois

por mandarina, em 16.01.12

Um ano! Um ano! Já lá vai um ano, desde que cheguei à China, não a esta China, a uma China bem diferente, uma China cosmopolita, Shanghai! E que belos 6 meses que aí passei, esquecendo as coisas menos boas claro, que também as houve como é normal!

Não morro de saudades de Shanghai, isso é certo, tenho saudades dos momentos e das pessoas que faziam parte do meu dia-a-dia de então. Saudadinhas da Amélinha, da Maria e de algum outro pessoal de trabalho, tenho saudades de poder estar sempre que quisesse com a chinesa mais internacional que conheci na vida, a minha amiga Efang. Saudades da Joana e da Rita, foram embora, uma voltou por pouco tempo, a outra voltará em breve, espero que a China que encontrar a trate bem. No geral, tenho saudades do nosso grupo de Shanghai, das nossas festas, dos nossos momentos de pura estupidez, das noites passadas entre este e o outro bar, dos dias passados numa correria pelas ruas desta cidade espantosa, da descoberta de mais um spot, um novo restaurante, um novo café, um novo lugar para visitar, um parque, uma loja. Saudades das nossas jantaradas em casas uns dos outros, das festas temáticas (chapéu, traje chinês, entre outras). Saudades do vinho bom que aí se bebia, das after-parties passadas a comer McDonalds, dos nossos jantares em casa uns dos outros, das desastrosas escolhas de take-away que fazíamos, dos nossos momentos de gossip e de corte e costura. Da desarrumação das nossas vidas, dos nossos romances de fim-de-semana, das nossas bocas descaradas (mais vossas, meninas), dos filmes que fazíamos, da facilidade em conhecer pessoal novo, daqueles que nos visitaram por uns dias, umas semanas, uns tempos e logo deixavam saudades.

 

Gostei deste período, nem tudo foram rosas, também me lembro do dia em que cheguei (16 de Jan.) sozinha, perdida, muito a medo, e terrivelmente triste e desamparada, lembro-me de não ter encontrado nos outros o apoio que precisava, de ter feito e passado muito tempo no meu canto, mea culpa, confesso. Os outros estavam já ali, mas a estranheza é ignorância pura. Houve outras coisas que não gostei, mas que agora não interessam absolutamente nada.

 

Quando voltei em finais de Agosto senti que aquela cidade não mais me pertencia, ao meu universo, senti-a estranha, eu com ela e ela comigo. Chorei, chorei sem parar, por mim, porque a estranheza é ignorância pura e o medo do desconhecido voltou, uma vez mais, para se apoderar de mim. Pensava que ia sofrer por mudar de cidade, de amigos, e deixar tudo ali, pra trás e, por isso, chorava. Mais uma vez a vida surpreendeu-me pela positiva mas não vou mentir, uma tamanha tristeza apoderou-se de mim nas primeiras semanas em Wuhan. Mas acabou por evaporar-se.

 

Wuhan. Quis o destino que aqui viesse a encontrar uma pessoa, hoje uma grande amiga, pronta a receber-me de braços abertos, uma pessoa que estranhei muito ao inicio, e que até me perguntei, "como podemos dar-nos bem sendo tão diferentes uma da outra?". Primeira impressão errada, já que o tempo veio provar que, também, por causa dela me sinto aqui como em casa, ao bom gosto português! Outras pessoas conheci que adoro, gosto imenso da minha turma, acho que encaixam todos bem, e não há ninguém da turma que desgoste, em geral, gosto do grupo em si. E gosto do meu trabalho enquanto professora de inglês, tenho aprendido muito. Aqui encontrei outro ritmo, uma outra vida, que considero muito mais significante em valor da que levava em Shanghai. Shanghai foram 6 de meses de férias e entretenimento, aqui, até agora, foram 6 meses de vida a sério, trabalho e estudo. (Especial agradecimento ao governo chinês por patrocinar o meu ano de estudos).

 

E assim foi, Shanghai deixou saudades, mas não o suficiente para deixar um insuportável buraco no peito.

Wuhan até agora, a cidade vá, ainda não me conquistou de maneira alguma, mas vale pela gente simpática e grande miscelânea de nacionalidades que praqui vai.

Wuhan, mais 6 meses, eles que venham daí (agora férias) que já, quase, que me sinto pronta para eles.

 

Ao fim deste ano de vida na China haveria tanto para contar, mas tanto, que, por agora, só me apraz dizer: 谢谢中国 (obrigada China), por me teres recebido tão bem e, por teres feito deste último ano um ano de crescimento e de enriquecimento pessoal.

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Imagem de perfil

De Rita a 16.01.2012 às 17:26


Parabéns por tudo: trabalho, esforço, vontade, coragem... E mais anos por aqui virão! :)
Imagem de perfil

De mandarina a 25.01.2012 às 06:38

Obrigada Ritinha, foi uma benção ter-te encontrado neste fim do mundo. Adoro-te compatriota*
Sem imagem de perfil

De Sílvia a 19.01.2012 às 02:08

Vês eu bem dizia que a mudança não ia ser assim tão má, sei como te foi difícil digerir a ideia, mas às x também me devias dar mais ouvidos;) 
Vais ver que ainda te vai proporcionar coisas melhores....
Imagem de perfil

De mandarina a 25.01.2012 às 06:37


Sílvia, olá! ui q ela já comenta o blog que quase me obrigou a criar...brincadeirinha! tu até no silêncio te manifestas :) LV U miss u***
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 24.01.2012 às 22:38


Fiquei muito sensibilizada com o que li neste seu post-
Admiro os jovens que saem do país à procura da sua realização pessoal, de novas experiências, de vida, de trabalho.
Há muito anos atrás, fui incapaz de viver fora de casa.
Hoje, se fosse jovem, com certeza que veria as coisas de outra forma.
Coragem, determinação, adaptação é o que admiro em todos vós.
Felicidades para mais uma etapa, depois destas férias.
Beijinho
Imagem de perfil

De mandarina a 25.01.2012 às 06:36


Maria,
Obrigada pelas palavras de incentivo, às vezes as maiores descobertas são as que fazemos a medo e depois descobrimos que a vida tem mais para oferecer do que alguma vez podemos imaginar enfiados no nosso cantinho, mas tb sinto falta do meu. Tudo faz parte. bjnho

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos