Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Crise dos 25 e meio

por mandarina, em 17.01.13

Nem me vou alongar, as férias estão a saber bem demais e a fazer-me milagres para me preocupar agora com crises existencialistas. Mas ainda assim este assunto dá tema de post.

Eu sei que de lá de onde venho, é mil vezes pior que viver na serra mais serrana, que pelo menos aí teria ar puro, alimentos frescos e água cristalina, e isso seria bom, mas de lá de onde eu venho é motivo de notícia pelas piores razões, uma poluição tal que fez parar milhares de pessoas ao hospital tal a gravidade da poluição e parece que visibilidade era quase 0 tal a vaga de poluição. Digamos que volto em Março e não podia estar mais feliz da vida por esse facto. Volto e por pouco tempo.

 

Mas adiante, a tal da crise, que como não me tenho olhado insistentemente ao espelho me tinha até ao outro dia passado completamente ao lado, não fosse o senhor super mega hiper simpático do banco me perguntar, de jeito retórico, "mas você já tem bem mais de 27 não?" e eu abri bem os olhinhos, na boca um sorriso meio a cair para a desilusão e espanto e disse logo não, 25 ainda senhor. Ai a minha vida.

 

Hoje no médico, doutor dado a conversa e super simpático também, a China dá sempre tópico de assunto quer seja num consultório médico quer seja na bomba de gasolina mais próxima. E qual não é o meu espanto, primeiro quando me toma por arquitecta, muito obrigada, é que nem aspirante, e depois no final ainda me diz então se já cá não estiver pode pedir à sua mãe, pai ou marido para vir mostrar os exames. Pára tudo, mas será que eu tou com um ar tellement decadente prá tais suposições. Brrrrrrrrr fiquei mesmo.

 

O que eles queriam dizer era com 28 perdida pelas Chinas conhecerá um belo dum arquiteto português, tudo aponta para que seja arquitecto toda a gente se refere a essas artes quando se referem a gente bem sucedida por terras de Oriente, e claro que ele se irá apaixonar pelas minhas espectaculares olheiras e daí a parte do marido.

Ou então não, que o destino nunca me reserva do melhor, é mais ao lado.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

Maria Araújo a 17.01.2013

Querida Mandarina, fartei-me de rir com o pai a mãe ou o marido.
Demais!
Mas Mandarina, não se assuste nem fique a oensar de mais nisso. As ilheiras, como eu as tenho e bem pronunciadas, assim como os papos, acabam por marcar um pouco os traços do rosto.
Ou então as pessoas não sabem ver.
Esta semana, lá na escola, uma colega que não sabia a minha idade, ouvindo eu responder a um colega a verdade dela, e que não posso fugir, com espanto dava-me 41 anos.
Ora bem, tenho quase mais 19!
Agora, espero muito que esse arquitecto apareça e a faça muito feliz.
Beijinho a uma boa estada por este belo país.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos