Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Aconteça o que acontecer

por mandarina, em 22.11.12

Duma sementinha indefesa e vulnerável nasce uma esperança, um embrião que vira bebé, um bebé que vira gente, que cresce e se torna numa pessoa com sonhos, aspirações e desafios pela frente, que terá um trabalho, uma família, que fará parte dum meio, duma sociedade, do mundo, e que aspira a crescer sempre mais pessoal e profissionalmente.

 

Pelo caminho terá de ultrapassar muitos obstáculos, aventurar-se mais ou menos, terá de lutar por conseguir o que quer, terá de fazer-se à vida e assumir as rédeas do seu destino (somos nós que o fazemos com um misto de coincidências pelo meio). Terá de delinear estratégias, fazer opções, fazer por estar no sítio certo à hora certa, que milagres não acontecem, terá de se aguentar firme e forte contra as marés mais intempestivas, contra os ventos contrários, e com mais convicção, mais vontade e pulso firme lá dobrará o cabo das tormentas (quase todos temos de dobrá-lo, mais cedo ou mais tarde). 

 

Somos um grão de areia no universo, únicos contudo, não há duas pessoas iguais no mundo, (nem os gémeos verdadeiros), e por isso, somos todos uma espécie de milagre imitável.

No entanto, não é só o que fazemos na vida, as experiências que tivemos ou os conhecimentos que adquirimos que fazem de nós pessoas especiais e únicas, essa é apenas uma parte, a mais importante é a que levamos cá dentro, o nosso interior, a capacidade de sermos boas pessoas, a nossa capacidade de termos um bom carácter e agir consoante ele, sermos fiéis a nós próprios e fiéis aos nossos amigos, familiares, amores, colegas.

 

A cobiça a que poucos escapam, a inveja que nos ataca a todos, a mesquinhez de muitos, a maledicência de que todos sofremos um pouco, os ciúmes, uns saudáveis, outros doentios também fazem parte de cada um de nós, que não há pessoas perfeitas, só nos filmes ou contos de fadas. São também estas imperfeições que nos fazem únicos, diferentes, e não são necessariamente más pessoas, se em dose q.b claro. Agora quando encontramos pessoas que por mais que queiram mostrar que são uma coisa que nunca serão, porque têm o coração, a alma e o corpo manchados irreparavelmente de ódio, raiva e inveja, então aí é lamentar a sua existência e desejar não ter de conviver com essas pessoas.

 

Isto tudo para dizer o quê, que sim, meus amigos, virão tempos difíceis por aí, que virão, para mim e para vocês, virão tempestades, e intempéries bravas mas nós estaremos cá uns para os outros de coração aberto e solidário, esse que sabe por quem bater, esse que bate descompassadamente pelos familiares, amigos e amores, esse que é um fiel amigo sábio e generoso e que estará sempre ao vosso dispor. O meu está e sempre estará, como sei que o vosso está por mim. Força...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


1 comentário

Sem imagem de perfil

Cristina a 23.11.2012

E eu que acabo de postar justamente sobre a contracepção?
Um abraço reflexivo do Brasil!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos