Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Birra é mimo a mais

por mandarina, em 06.11.12

É o que acho quando os meus putos (alunos, entenda-se) de 3, 4 ou 5 anos fazem muita birra nas aulinhas de inglês. É fazer fita ou porque querem a mãe dentro da sala, ou porque não querem brincar, ou porque não querem cantar, escrever, desenhar, etc. ou porque não lhes dei tantos doces/autocolante como as outros, enfim um sem fim de desculpas para fazer fita que nem vos conto, haja imaginação que eles inventam sempre uma nova. Eu acho que é mimo a mais, e nunca me engano, no intervalo é ver os papás de volta dos pequenotes amuados com beijinhos, abracinhos, promessas, etc. Ou seja, eles que já são uns mimadinhos, amuam e depois ainda levam com mais mimo em cima. Assim se estragam os miúdos e os meus alunos, e olhem que mimo a mais na infância fá-los adultos caprichosos, egoístas e dependentes dos outros. Difícil tirar a chucha aos mimados. Nada contra mimo, eu fui muito mimada especialmente pela minha avó materna, mas sempre um mimo saudável e não um mimo defensivo e exagerado.

 

Não tenho perfil para ser a professora que anda de volta dos miúdos que fazem birra a toda a hora a tentá-los convencer para não fazer, só a energia que teria de perder para isso, e os outros é que sairiam a perder porque esses miúdos nas suas crises exigem muita atenção. O meu método é mais o seguinte, dar atenção mas não muita, tentar ignorar ao máximo e continuar o ritmo da aula com os outros, isto porque desta forma as ovelhas ronhosas normalmente, por não conseguirem a atenção que queriam, voltam a juntar-se ao rebanho naturalmente.

 

Os putos são mesmo espertos, que manha que eles têm, só não sabem que eu já lhes vou conhecendo a esperteza. E normalmente não é no contra ataque que se ganha a batalha, é mesma na indiferença.

 

p.s.: bom bom era se esta estratégia da indifirença funcionasse com os graúdos, é que neste caso eles não se sentem mal por estarem a ser excluídos, neste caso eles até agradecem que eu os deixe em paz.

Ser criança não tem mesmo preço. A inocência deles é mesmo qualquer coisa de extraordinário.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De pai a 06.11.2012 às 16:39

Isso é uma boa experiência , porque quando tiveres um teu já sabes como é que é ! bjhs
Imagem de perfil

De Rita a 07.11.2012 às 17:28

Gostei do comentário do teu papi!!! Ah, ah, ah!! :P :P

A mim só ia apetecer dar um bom par de estalos aos mimadinhos da mamã... :P :P

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos