Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Agradar a gregos e troianos

por mandarina, em 22.10.12

Coisa nem sempre fácil quando à mesa se sentam 4 nacionalidades diferentes de continentes bem diferentes em termos gastronómicos Ásia, Europa, e América do Sul. Mas parece que o meu bacalhau com natas passou no teste destes paladares tão distintos pelo que toda a gente só dizia que estava muito saboroso, o que me deixou muito contente e com a sensação que as duas horas de preparação do manjar valeram a pena.

 

Infelizmente não há foto para contar a história, mas garanto-vos que tinha um aspecto tão rico como o sabor.

 

Prometi que na próxima vez farei lasanha, ao que o colega espanhol disse "e a próxima vez é quando, amanhã?" que engrançadinho, já agora abro um restaurante, poder-se-ia chamar chez Amandine ainda que as minhas especialidades não vão além da cozinha portuguesa, e quiçá um pouco de italiana. Quero aventurar-me nas pizzas um dia destes, da outra vez fiz crepes, ficaram boazinhas. Mas a pizza, será? Bendito forno. Para o cenário ser perfeito só falta mesmo o peixe, que aqui não existe, a não ser o de água doce, muitas vezes com sabor a rio, bahhh!

 

O vinho português também está em falta por estas bandas, sendo que ontem fomos fazer compras ao Metro, único supermercado que tem coisas como azeite, queijo, natas, atum, manteiga, massa, cereais, entre outros produtos ocidentais, o que é uma perdição para as carteiras de nosotros e ida obrigatória uma vez por mês pelo menos. O mais giro foi termos comprado a meias, eu e a Susana, um saco de 5kgs de massa (espirais) por quase 12€ mas que, vai certamente, ser uma valiosa opção ao diário prato de arroz.

 

O Metro só me desiludiu com a porra do vinho, vejam lá que tem vinho de todo o lado, África do Sul, Alemanha, França, EUA, Chile, Itália, China, Espanha, de todo os cantos do mundo, menos de Portugal. Raios de alemães com uma falta de gosto tremenda.

Lá trouxemos um assim-assim barato mas bebível vinho chinoca, Chengyu e um cabernet sauvignon chileno por uns 7€ que não estava mesmo nada mal e fez as delícias ao colega chileno numa espécie de prenda de anos atrasada.

 

E assim se fez um jantar à bela maneira portuguesa, com direito a bolo de aniversário caseiro e tudo (feito pela tuga Susana), queijo francês e vinho chileno. Venham mais destes jantares convívio, vá uma vez por mês no mínimo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos