Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O primeiro dia

por mandarina, em 25.09.12

E que dia, ainda para mais quente e húmido que já não bastava ter de subir logo de manhã mil e duzentas escadas ainda tive de levar com este tempo abafado que me deixou literalmente ensopada logo na primeira aula da manhã. Entrada em grande portanto.

 

Mas tirando isso e desconfiar que chego ao final desta semana sem voz, correu tudo super bem, aliás até estou bastante admirada como correu tudo tão bem e sem espinhas.

 

Primeira aula, logo pelas 8h da manhã, que é para começar o dia em beleza, os alunos estavam claro todos excitados, alunos do 2.º ano com professora nova é festa na certa. E assim foi, muita animação logo a começar o dia, a aula foi comigo a falar mas "devagarinho professora" e com eles a palrearem no português que ainda mal dominam. Apresentações do género, nome, idade, origem, e claro a pergunta da praxe "porque estudas português?". Os nomes todos muito portugueses, a Sara, a Carina, a Ana, a Lara, a Inês, a Sónia, a ... e já não sei muitos mais. E claro os rapazes, tão poucos que mal se notariam no meio de tanta rapariga, não fosse pelo facto de serem uns verdadeiros engraçadinhos. Um escreveu no papel com o seu nome "Olá sou o Gil, tenho 19 anos e sou solteiro". Saídos da casca são eles. As respostas à pergunta do porquê estudarem português era quase sempre a mesma, "Quero ganhar muito dinheiro", perguntei a fazer o quê, "Tradução". Esperemos que sim.

Para o final da aula já não sabia bem o que haveria de dizer, isto porque depois de os ter posto a fazer um diálogo duma suposta ida ao médico fiquei sem tema, afinal 90 min. dá que falar.

 

Segunda aula, das 10h ao 12h, naquela hora que uma pessoa começa a perder a pica matinal, hora da turma mais que gigante, acho que não cabia nem mais um alfinete na sala, 1º ano, mais de 40 alunos, não muito barulhentos, ou pelo menos não hoje, porque senão não sei como me vou fazer ouvir. Ficaram um pouco assustados, porque tentei falar o mais possível português, intercalado com inglês e algum chinês, mas, no geral, a aula correu muito bem, com eles bastante interessados em repetir tudo o que eu dizia.

Vão ser aulas intensas estas do 1.º ano com 3 turmas e todas com mais de 40 alunos. Rouca no final da semana até aposto. Isso ou uso o microfone, coisa que detesto, a voz soa muito artificial.

 

Resumindo, correu bem, agora em todo o lado, é Olá Professora, Olá Olá olá .... tantos Olás e eu pobre de mim nem me lembro delas das aulas.

A não ser de uma aluna de 2.º ano com a qual ainda nem sequer tive aula e ela já me raptou hoje para almoçar com ela e com os amigos dela. Quer ser a minha melhor amiga, diz que me leva a conhecer a cidade, a subir a montanha daqui, a isto e aquilo, que me ensina chinês, que me visita em casa, etc. E vai lá saber que a miúda gira e extrovertida e que fala pelos cotovelos e em português, dá pelo nome Sílvia. Assim de repente fez-me lembrar alguém :=)

 

Bom agora já chega de testamento.

Foi resumidamente isto o meu dia, isto e mais uma aula de chinês dos diabos. Aprender a escrever os caracteres pelo sentido de escrita correcto. Credo, coisa impossível.

 

p.s.: já descobri o meu tique a ensinar, acabo todas as frases com "ok?" e os do 2ºano até brincaram com isso, a responderem sempre "ok"! Hilário

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

Silvia a 25.09.2012

Heheheh deve ser boa pessoa certamente ;) Aceita a amizade dela e vais ver que não te arrependes, vai ser a minha substituta :D Mas só enquanto estás aí, right?
Imagem de perfil

Rita a 26.09.2012

É das Sìlvias! :) A aluna do 3.º ano que me ajudou a tratar da autorização de residência é uma ótima aula, discreta e também se ofereceu para me mostrar a cidade, mesmo não sendo daqui. Vês? Só pode ser das Sílvias! :P

Gostei do texto "(...)Olá sou o Gil, tenho 19 anos e sou solteiro"(...)". Mas os chineses têm a mania de que são engraçadinhos, ai opá...

Escrever os caracteres pela ordem é o melhor! A Professora Wang, tanta razão tinha e nós a ignorá-la, é que dizia, "cima-baixo e esquerda-direita", sempre, sempre.

Aqui não há microfone... :( Mas tens razão, ficaria artificial.

Então e os nomes estranhos? :P :P

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos