Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Pérolas literárias

por mandarina, em 05.12.11

Ando a (tentar) ler "A insustentável leveza do ser" de Milan Kundera. Descobri a versão em português e imprimi o livro, na China dá para fazer destas coisas às claras, que direitos de autor não é coisa que eles saibam o que seja! Sei que não se deve imprimir livros, mas este estava disponivel na Internet for free e, além disso, não é para vender, é só mesmo para proveito próprio!

Bom mas a verdade é que o título me chamou a atenção: a insustentável leveza do ser, sugere-me queremos ter uma vida leve mas por mais que o desejemos é simplesmente impossível. Não sei se vou atingir a ideia do autor, talvez seja demasiado abstrato para mim. Sei que o livro trata de relações, principalmente entre homem e mulher e todas as problemas que daí advêm. Este livro bem me faz lembrar que "as mulheres são de Vénus, os homens são de Marte". Outro livro a ler...

Bom mas enquanto não me embrenho mais no livro, sinto que ali pelo meio me perdi tal os conceitos que ele usa para provar isso mesmo, que homem e mulher não vêm do mesmo planeta e que pensam, sentem e reagem de maneiras quase completamente opostas.

 

Bom mas este post é mais sobre as pérolas com que me deparei logo nas primeiras páginas do livro, e que aqui gostaria de partilhar, que eu tenho tanto de crítica literária como de astronauta!

 

Passo a citar:

1ª pérola:  "Mas, na verdade, será o peso atroz e a leveza bela? O fardo mais pesado esmaga-nos, verga-nos, comprime-nos contra o solo. Mas, na poesia amorosa de todos os séculos, a mulher sempre desejou receber o fardo do corpo masculino. Portanto, o fardo mais pesado é também, ao mesmo tempo, a imagem do momento mais intenso da realização de uma vida. Quanto mais pesado for o fardo, mais próxima da terra se encontra a nossa vida e mais real e verdadeira é".

 

2ª pérola: "Tomas pensava consigo próprio que ir para a cama com um mulher e dormir com ela são duas paixões não só diferentes com quase contraditórias. O amor não se manifesta através do desejo de fazer amor (desejo que se aplica a um número incontável de mulheres), mas através do desejo de partilhar o sono (desejo que só se sente por uma única mulher)."

 

3ª pérola: "Em todas as línguas derivadas do latim, a palavra compaixão formase com o prefixo "com" e a raiz "passio" que, na sua origem, significa sofrimento. (...) significa que ninguém pode ficar indiferente ao sofrimento de outrem; ou, de outra maneira: sente-se sempre simpatia por quem sofre. (...) Por isso é que a palavra companixão inspira geralmente uma certa desconfiança; designa um sentimento considerado de segunda ordem e que não tem grande coisa a ver com o amor. Amar alguém por compaixão é de facto não amar essa pessoa".

 

(...)

 

Este livro está cheio de verdadeiras pérolas sobre o relacionamento homem/mulher. Ainda não sei se percebo bem, não sei se percebo o autor, quem sabe se por ser homem (piada) mas sei que gosto de muita coisa que ele escreve por oferecer uma perspectiva sobre como homens e mulheres pensam... Tão diferentes, e pensar que é à custa das diferenças intrínsecas que se completam ou se destroem!

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Imagem de perfil

Rita a 05.12.2011

Isso do fardo... Não soa muito bem, lol. Estou a pensar numa coisa. Será que o autor se referia a isso mesmo? Ao "peso" literal do "fardo"/corpo masculino?

É sempre interessante comparar visões por parte do sexo masculino e do sexo feminino em relação a tudo e mais alguma coisa: por vezes são completamente opostas, outras completam-se. :)
Sem imagem de perfil

Ana Gomes a 05.12.2011

Já há bastante tempo que quero ler esse livro.
O primeiro que li do Milan Kundera foi o the book of laughter and forgetting ", que adorei.
Ao que parece, estes dois e um terceiro immortality ), são parte de uma trilogia , penso que por tratar de um tema semelhante, não me parece que as personagens sejam as mesmas.
:) estou a ver que ainda partilhamos o mesmo gosto pela leitura :-)
Imagem de perfil

mandarina a 05.12.2011

mando-te o link se quiseres:P
Para dizer a verdade, vi-o na mesa de cabeceira de um amigo e fiquei curiosa, mas por pura das coincidências já o tinha andado a namorar em Pt antes de vir, acabei por não o comprar mas "ele" insistiu em aparecer-me pela frente novamente e não tive como resistir-lhe 2 xzs:)
A ver se me dedico mais À leitura, mas é muito interessante!Dp sigo os teus conselhos e leio os outros;)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos