Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Tão atual como em 1941

por mandarina, em 24.07.14

"Sempre julguei entender o suficiente de homens.  Julgava que eram formados por oito partes de vaidade e duas partes de outra coisa qualquer... Porque nove em cada dez homens julgavam que,  ao fazerem-me olhinhos, eu iria colocá-los num pedestal, e que os adoraria por serem tão bonitos e cheios de engenho. E querem que falemos numa vozinha melosa, que nos rocemos por eles como uma gata com cio, entremos em êxtase com a sua tremenda inteligência, que eu, naturalmente, uma rapariguinha pobre e modesta, ignorante, uma florzinha de inocência e ingenuidade, não podia, decerto, compreender facilmente a sua imensa grandeza... (...)

(...) são a tal ponto vaidosos, na cama e à mesa, em passeio (...) são todos tão vaidosos que até parece que a vaidade é a única doença incurável do género humano."

in a Mulher Certa.

 

Atual, não? Isto tendo sido escrito por um homem ainda lhe confere maior grau de veracidade. Que grande e perspicaz apreciador do género humano era este Sándor Márai.

 

Mais passagens interessantes seriam muito pertinentes de citar, mas, em vez disso, recomendo, a quem interesse pois claro, ide ler este grande autor húngaro.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Imagem de perfil

De Rita a 24.07.2014 às 21:48

Cita mais!
Imagem de perfil

De mandarina a 25.07.2014 às 15:18

ide ler preguiçosa :P
Imagem de perfil

De Rita a 25.07.2014 às 20:25

Oh. ando a ler aqui um, "República Impopular da China". :) Foi a mana que ofereceu. Cita mais!
Imagem de perfil

De mandarina a 25.07.2014 às 20:31

citarei, entretanto cita também desse, o título é bem sugestivo, tás a gostar?
Imagem de perfil

De Rita a 25.07.2014 às 21:42

É interessante e lê-se bem. É pequeno mas ainda não terminei. Comecei há pouco tempo. :) Tem um pouco de história, fala dos antigos líderes chineses e formas de pensar, o que fizeram.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos