Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Brincamos não?

por mandarina, em 13.05.13

Teve mesmo muita piada o meu boss quando me telefona lá pelas 8h da noite para falar de trabalho, eles criam o problema, eu que resolva ainda que isso signifique passar por cima das normas/regras, coisa que eles queriam que fosse possível, e a meu ver não é, não espanta são chineses. Falo no plural porque já é dose ter um chefe, agora quando são dois, ui melhor ainda. Então primeiro mensagens de um depois das 7h, depois telefonema do outro quase às 8h para me perguntar "ainda estás no escritório?" e eu só não escancarei a rir porque já sei o que a casa gasta.

 

Eles assumem que os subordinados têm de tar a toda a hora disponível que nem cãezinhos de guarda à espera que o dono os chame. Mas teve piada, ou nem tanto, eu até sei que eles me pagam bem, mas não o suficiente para passadas 3 horas do meu horário de saída esperarem que estivesse no escritório, quase mais valia mudar-me para lá então, ficava-me mais barato e conveniente.

 

É que já não basta sair sempre a horas indecentes, muitas vezes às 8 da noite ou mais, e nem por isso me queixar, se tem de ser tem de ser, agora fazer disso vida é que não me parece.

E já não falando que eu trabalho em casa muitas vezes, seguindo as horas de Portugal. Qualquer dia ainda me pedem para fazer os dois horários completos, os da China e os de Portugal, pra não perder pitada...

 

E hoje a minha colega também teve piada, diz-me primeiro "amanhã precisava que recebesses uma papelada entre as 9h e as 10h" , e eu confirmei disponibilidade para isso, daí a pouco, diz que já não é preciso e com um sorrisinho sinistro nos lábios diz "assim não tens de vir tão cedo, não tens de chegar às 9h" e eu só não me parti a rir para não ser chato. A gaja deve pensar que eu não tenho mais nada que fazer do que viver pro escritório, já me chega bem as horas extras, as muitas horas extras que faço, ainda queria ela que eu chegasse todos os dias às 9h, como se calhar ela faz. Mal o dela que é tonta, que o tempo da escravidão já acabou faz muito. E eu não sou nem pretendo vir a dar de chinesa...

 

Isto não é uma queixa, é mais um desabafo com algum escárnio pelo meio. Agradeço ter a sorte de ter trabalho que nos dias que correm a coisa não tá famosa, agora a forma como cada parte encara o trabalho é realmente algo que dá panos para mangas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De Rita a 14.05.2013 às 12:24

Realmente... Os chefes estão cada vez mais voltados para o imediato , para o "era para ontem", para a "dedicação a 100%", o que muitas vezes não é possível ou não é recompensado convenientemente...

E nós vamos engolindo porque temos necessidade... :(

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos