Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Nada é para sempre

por mandarina, em 23.04.13

Não há nada que dure para sempre, mas há coisas que duram mais tempo do que gostariamos. A dor de perder alguém, e não por morte, que essa é uma maneira bem definitiva de perdermos alguém, mas contra a qual nada podemos. Quando perdemos alguém porque as cirscuntâncias o exigem aí perdemos o chão e não sabemos como dar a volta à coisa porque afinal de contas a pessoa existe, segue vivendo ainda que não esteja mais nem aí para nós. E é com este tipo de dor que dificilmente sabemos lidar, porque uma vez que não aprendemos a ligar-nos de maneira tão forte a alguém, simplesmente acontece, muito menos aprendemos a desligar-nos duma hora para a outra. E dói, e não sabemos quando a dor vai passar, e não sabemos porquê, porquê a nós, nem porque tem de ser se podia ser de outra maneira. Sabemos que a dor é relativa, quando vemos os outros sofrer pensamos sempre que é relativo, toda a gente sofre uma vez na vida com a perda de alguém, agora quando a sentimos na pele não sabemos porque dói tanto, quando vai passar, como fazê-la passar, e se algum dia voltaremos a sentir-nos bem outra vez.

 

Não vim dar numa de psicológa da dor, mas antes dizer que não há nada que não passe, até quando parece que nunca vai passar, não há nada que sempre dure, muito menos a dor. A felicidade é precisamente isso, o oposto da dor, porque quem ousa ser feliz, tem, muito provavelmente, arriscar-se a ser infeliz. Uma das boas lições a tirar deste tipo de situações é precisamente aceitar que felicidade e dor são dois opostos, que andam, quase sempre de mãos dadas e saber viver com isso, aprender a lidar, aprender a ser forte e a seguir com a vida que se tem e que está, somente, nas nossas mãos saber recriar de novo com um sorriso de coragem nos lábios.

 

Dedico este texto a uma super amiga, que tenho a certeza vai descobrir que o importante não são tanto os outros nem o que eles pensam de ti, (e muito menos o que eles vêem em ti) mas sim como nós nos vemos e assumimos perante os outros. Quem tem de vir primeiro somos nós no matter what.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


1 comentário

Imagem de perfil

De Rita a 24.04.2013 às 05:35

O tempo é o melhor aliado, para as coisas boas e menos boas. Força, S.! :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos